sábado, 14 de janeiro de 2017

2017: Austrália Completará 26 Anos Sem Recessão Tornando-se O País Mais Atrativo Para Quem Quer Viver Melhor


A última vez que a Austrália viu seu PIB cair foi em 1991. O que essa segurança econômica pode oferecer a quem vive no país? E por que a Austrália é um dos lugares mais procurados por imigrantes legais?

Um quarto de século de crescimento constante. A última vez que a Austrália viu seu PIB (Produto Interno Bruto) cair foi em 1991. Só em 2016, segundo o departamento de imigração australiano, mais de 500 mil foram morar legalmente na Austrália. E o fato de a Austrália completar 26 anos consecutivos sem recessão é um dos motivos para o crescimento do interesse pelo país. 

No fim do ano passado, dados divulgados pelo Australian Bureau of Statistics apontaram um crescimento econômico de 0,2% no trimestre fechado em setembro em comparação com o anterior e de 2,2% quando a análise é feita face ao mesmo mês do ano anterior. É o único país que apresenta esse recorde de crescimento, um chamariz para quem deseja trabalhar (como funcionário ou empreendedor) ou estudar no país.

“A Austrália soube administrar o próprio crescimento, com uma gestão fiscal austera e uma agenda de reformas”, aponta MaCson Queiroz, agente especializado em imigração para a Austrália e diretor da M.Quality. A estabilidade da economia fez com que a Austrália tivesse um dos maiores índices de desenvolvimento humano do mundo – ou seja, a qualidade de vida no país é inegável. “A melhoria na educação, saúde, segurança é visível e colocou a Austrália no ranking dos melhores países para se viver”, ele continua.

Melbourne, por exemplo, foi eleita pela Unidade de Inteligência da The Economist como a melhor cidade do mundo para se morar. “Além de vários serviços públicos que funcionam, o sistema de transportes merece destaque, pois é eficiente e confiável. Economicamente mais acessível, esta cidade é destino de estudantes universitários todos os anos”. 

Além de todos os benefícios econômicos e sociais, outras vantagens também atraem os imigrantes, como a cordialidade do povo australiano, o clima agradável e as paisagens exuberantes, fazendo com que o imigrante acabe “turistando” pelo próprio país e injetando dinheiro na economia australiana. 

O consultor imigratório também adiciona as facilidades que o governo australiano oferece para que os interessados em morar e trabalhar na Austrália tire o seu visto: seja para empreender no país, seja para trabalhar. 

Como proceder – Para aumentar as chances de o candidato interessado em morar e trabalhar na Austrália ser bem-sucedido, a primeira dica do consultor imigratório é ele se certificar de que é elegível ao visto australiano. “Antes de iniciar o investimento, aconselho o futuro imigrante a fazer a avaliação de elegibilidade do visto, onde o perfil dele é analisado para definir se ele está apto para a categoria que pretende aplicar. Assim, ele evita complicações e atrasos futuros", orienta o consultor imigratório. 

Uma forma de conseguir o visto e não se perder em meio às exigências de documentos ou, pior, ter o visto recusado, é contratar os serviços de uma agência especializada em imigração com licença validada pelo governo australiano. A M.Quality disponibiliza em seu site o “1º. Passo Gratuito”, um serviço gratuito do guia de elegibilidade que avalia se o candidato é elegível para uma das categorias de vistos que pretende requerer. Ao preencher o formulário no site, e sendo elegível a uma das categorias, ele recebe um convite para uma conversa com um dos consultores da empresa com o objetivo de informar o resultado e receber orientações e esclarecimentos para conseguir tirar seu visto com maiores chances de sucesso.

Sobre a M.Quality – A M.Quality é a agência de consultoria em imigração e intercâmbio especializada em auxiliar com o visto e na ida legal de brasileiros para a Austrália. Há 14 anos no mercado, é a única agência brasileira de intercâmbio e imigração que possui licença validada pelo governo australiano. A M.Quality nasceu em 2001 por meio do empreendedorismo de MaCson Queiroz, engenheiro eletrônico pela Escola de Engenharia Mauá (SP), ex-instrutor do SENAI-SP e consultor imigratório com mais de 14 anos de experiência no ramo. A empresa foi fundada na Austrália e mantém a sede no país, com um escritório no Brasil. O escritório está situado no número 4800 da avenida Magalhães de Castro, 14º andar, na cidade de São Paulo. Para mais informações, acesse: http://www.mquality.com.br/ e http://mqualitynews.blogspot.com.br/.

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Vamos Celebrar o Dia da Austrália com um Churrasco com Carne de Carneiro

O comercial abaixo retrata muito bem a sociedade multicultural australiana. Então a mensagem é esta: se vem para a Austrália, deixe os seus preconceitos em casa!


quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Você Pediu Por Boas Oportunidades em 2017? Então Não Perca Esta Que Pode te Levar a Austrália!


Se você for um jovem(não ter ainda completado 40 anos de idade) e tiver uma ou mais ideias para fortalecer as relações entre América Latina e Austrália e que influenciem positivamente a vida dos moradores das duas regiões, a sua ideia será premiada! A premiação inclui AUD$5.000,00 (mais de R$10.000,00) para contribuir com o negócio e passagens aéreas para participar da premiação.

A sua ideia pode incluir produtos ou serviços que melhoram a vida dos australianos e latino-americanos ou que somam prosperidade a nossa vida cultural, econômica, ambiental, tecnológica ou acadêmica. Ou seja, como praticamente inclue todos os aspectos da vida é até o momento a melhor e única oportunidade em 2017 que pode te levar a Austrália GRATUITAMENTE

E aqui está mais uma prova que esta a melhor é uma excelente oportunidade para você iniciar 2017: as inscrições são também  GRATUITAS! Mas não deixe isto para amanhã, pois as inscrições para esta única oportunidade em 2017 encerram-se em 20 de janeiro de 2017.

Como começar?

Para descobrir com certeza se é elegível no propósito desta boa oportunidade em 2017, basta apenas que aprenda todos os detalhes clicando aqui

Se por algum infortúnio escapar-lhe esta oportunidade, saiba também que oferecemos esclarecimentos de nossos serviços gratuitamente. Isto significa que ao preencher o formulário no site, sendo elegível a uma das categorias do visto australiano, você receberá o nosso convite via e-mail para assistir GRATUITAMENTE o nosso vídeo, "Elegibilidade e Agora?", onde explicaremos o escopo dos nossos trabalhos e os seus próximos passos para realizar o seu sonho de Austrália. Este serviço de esclarecimento GRATUITO será o seu primeiro e importante passo para o propósito de outras excelentes oportunidades imigratórias para você iniciar 2017 na Austrália.

Portanto se estiver contemplando a decisão correta recomendamos que sempre procure uma orientação imigratória profissional ou consular, sabendo-se que a profissional não será nem mesmo 5% do que já estará investindo mas o potencial da economia a ser feito é de 100% ou mais. Reflita nisto.

segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Como Imigrar Para a Austrália Regional Em 2017


Diretor da M.Quality mostra que é possível viver e trabalhar legalmente no país mesmo que sua profissão não esteja na lista federal de profissões com maior demanda nacional.

Os brasileiros que sonham em viver e trabalhar na Austrália esperam todo ano a SOL (Skilled Occupation List), lista nacional que o Departamento de Imigração australiano divulga contendo todas as profissões com maior demanda de mão de obra no país. Essa é a melhor porta de entrada de estrangeiros, pois caso uma determinada ocupação esteja entre as listadas, isso significa que a chance de ser aceito aumenta, pois significa que a Austrália precisa desses profissionais na maioria dos estados e territórios. 

Porém, quem não tem sua profissão listada na SOL não precisa ficar desanimado, pois é possível tentar o mesmo tipo de imigração através da Regional Skilled Migration. Ou seja, a profissão pode estar na lista regional. “Algumas regiões da Austrália necessitam de profissões específicas e a lista regional contém profissões em demanda por estado”, esclarece MaCson Queiroz JP, Diretor da M.Quality, empresa especializada em Assessoria em Imigração e Negócios para a Austrália.

Uma profissão pode não estar em demanda na Austrália na lista geral mas pode ser que o estado de Queensland, por exemplo, esteja com falta de mão de obra exatamente nesta área. “Por isso, é sempre importante ficar atento não apenas à SOL, que é lista geral de profissões em demanda em toda a Austrália, mas também à lista regional, pois ela quase que invariavelmente apresenta demandas diferentes”, continua MaCson.

Porém, é importante ficar de olho em um detalhe: uma vez aceito pela lista regional, o imigrante deverá morar no estado para o qual fez a aplicação e viver lá por pelo menos 2 anos. “O melhor é que dentro do próprio estado existem inúmeras cidades que você poderá escolher para morar. ”, MaCson comenta.

Como proceder?

Caso a profissão esteja na lista regional, as etapas a seguir são de certa forma parecidas com as etapas da SOL. Primeiro, é preciso ter nível de inglês suficiente para tirar as notas necessárias no IELTS, exame que comprova a proficiência na língua.

Há ainda outras exigências como formação, tempo de experiência comprovada, cartas de recomendação de empresas onde se trabalhou previamente e holerites, por exemplo.

Com todas as informações reunidas e de posse da nota no IELTS, é hora de dar entrada no visto, o que pode e deve ser feito com auxílio especializado. É de fundamental importância contar com uma agência imigratória e que seja devidamente registrada junto ao governo australiano para cuidar do processo. 

Para descobrir se há chances de ser aceito, a M.Quality disponibiliza no site o “1º. Passo Gratuito”, um serviço que oferece uma orientação básica para avaliar se o candidato é realmente elegível para uma das categorias de vistos australianos. Ao preencher o formulário no site, e sendo elegível a uma das categorias, ele recebe um convite para assistir gratuitamente ao vídeo “Elegibilidade e Agora?”, no qual será explicado o escopo do trabalho da M.Quality e demais orientações e esclarecimentos imigratórios.

Sobre a M.Quality — A M.Quality é a empresa de Assessoria em Imigração e Negócios especializada em auxiliar com o visto e na ida legal de brasileiros para a Austrália. Em 2016, a agência completa 15 anos no mercado, sendo a única agência brasileira de intercâmbio e imigração que possui licença validada pelo governo australiano. A M.Quality nasceu em 2001 por meio do empreendedorismo de MaCson Queiroz JP, engenheiro eletrônico pela Escola de Engenharia Mauá (SP), ex-instrutor do SENAI-SP e consultor imigratório com mais de 15 anos de experiência no ramo. A empresa foi fundada na Austrália e mantém a sede no país, com um escritório no Brasil. O escritório está situado no número 4800 da avenida Magalhães de Castro, 14º andar, na cidade de São Paulo. Para mais informações, acesse: http://www.mquality.com.br/   e http://mqualitynews.blogspot.com.br/ 

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Nossa Mensagem de Natal


Caro Cliente ou Simpatizante:

Gostaríamos de desejar a você e família um Natal repleto de luz para alcançar o quanto antes o discernimento da força harmonizadora do amor e um ano novo inspirado na crença racionalizada para que esta traga-lhes sabedoria no uso dos seus esforços e atitudes com a sonhada prosperidade de seus méritos.


Equipe M.Quality

domingo, 18 de dezembro de 2016

Gênio Brasileiro da Física Escolhe M.Quality Para o Seu Projeto de Moradia na Austrália


Paulo, gênio e professor de física da Força Aérea Brasileira com 9 de IELTS (“International English Language Testing System”) escolheu a M. Quality, a agência número 1 em imigração para a Austrália.

O vídeo depoimento do doutor(PhD,MSc e BSc in Physics) Paulo e família é mais uma prova que a M.Quality faz mais por você, pois neste vídeo Paulo vai explicar com a sua natural candidez de como a sua ansiedade poderia atrapalhar estes planos e a sábia solução que encontrou foi a de deixar o processo de morar na Austrália nas mãos de profissionais.  

Apesar de ter colocado o seu processo de morar na Austrália para ser realizado por profissionais experientes ter sigo algo importantíssimo, Paulo também rapidamente entendeu que somente isto não seria suficiente para garantir o retorno de seu investimento. Novamente o fato que a M.Quality ofereceu-lhe um reembolso em 100% dos honorários pagos se o seu visto fosse negado, desde que atendesse os têrmos contratuais, foi uma solução de real alívio para si e toda a sua família.

Mas a Suely, esposa de Paulo, também precisava de nossa ajuda. Ela precisava aprender inglês rapidamente já que a data de entrega do seu visto permanente aproximava-se rapidamente. Sendo assim, nós oferecemos  a Suely GRATUITAMENTE o melhor curso online preparatório ao IELTS em oferta na América Latina! Pois a M.Quality possui um acordo inédito de parceria para o público brasileiro e latino com uma das mais prestigiosas universidades australianas, a Macquarie University. O depoimento da Suely não deixa dúvidas  que o curso mais o seu esforço pessoal trouxeram o sucesso que procurava.

Agora é a sua vez...

Para descobrir com certeza se é elegível no propósito de imigração para a Austrália, basta apenas que  contrate uma análise imigratória, a qual dará-lhe como bônus uma entrevista imigratória via Skype conosco para explicarmos em detalhes, desde que consideremos elegível, de como funcionará este plano em suas circunstâncias particulares.

Também oferecemos esclarecimentos de nossos serviços gratuitamente. Isto significa que ao preencher o formulário no site, sendo elegível a uma das categorias do visto australiano, você receberá o nosso convite via e-mail para assistir GRATUITAMENTE o nosso vídeo, "Elegibilidade e Agora?", onde explicaremos o escopo dos nossos trabalhos e os seus próximos passos para realizar o seu sonho de Austrália. Este serviço de esclarecimento GRATUITO será o seu primeiro e importante passo para o propósito de imigração para a Austrália.

Portanto se estiver contemplando a decisão correta recomendamos que sempre procure uma orientação imigratória profissional ou consular, sabendo-se que a profissional não será nem mesmo 5% do que já estará investindo mas o potencial da economia a ser feito é de 100% ou mais. Reflita nisto.

Até a próxima!
MaCson Queiroz JP
Registered Migration Agent # 0105673

video



sábado, 17 de dezembro de 2016

Área de TI na Austrália Solicita Por Mais Profissionais Brasileiros



Recrutadores australianos esperam um aumento de até 20% na contratação de latino-americanos com qualificação em tecnologia da informação e computação. Diretor da M.Quality dá dicas para quem pensa em imigrar para trabalhar na Austrália 

Tem o sonho de trabalhar na Austrália? Então saiba que a América Latina, especialmente o Brasil, está cada vez mais no radar das empresas australianas. A contratação de profissionais brasileiros qualificados na área de Tecnologia da Informação (TI), por exemplo, tem crescido e o salto pode ser de até 20% em 2017. Os dados são do site CIO Australia, especializado em notícias e novidades na área de TI. 

As justificativas para o foco nos profissionais brasileiros que queiram trabalhar na Austrália são muitas. Uma delas é a “sede” que a Austrália tem de encontrar profissionais qualificados para suprir a demanda por mão de obra no país. “A área de TI, computação e informática é um campo em amplo crescimento e os profissionais locais não são suficientes para preencher todas as vagas que o mercado oferece”, explica MaCson Queiroz, diretor da M.Quality, Assessoria em Imigração e Negócios para a Austrália. 

Segundo o site CIO Australia, outro motivo para a alta demanda neste mercado de TI no “país dos cangurus” seria o fato de as empresas buscarem automatizar seus sistemas de integração, além de investirem cada vez mais em tecnologia de nuvem e modelos híbridos para grandes empreendimentos. E o que faz os profissionais brasileiros serem tão atrativos para estas empresas? Em tese, a oportunidade de trabalhar com grandes empresas e usar as tecnologias mais inovadoras fariam com que trabalhadores estrangeiros mostrassem grande comprometimento e entregassem ótimos resultados. 

“Para os brasileiros, trabalhar na Austrália é uma maneira de contribuir com o desenvolvimento de diversos processos da área de TI e estar num ambiente concentrado em novas tecnologias, além de aperfeiçoarem o inglês, terem melhores salários e uma ótima qualidade de vida”, pontua MaCson, que mora na Austrália e empreende lá com sucesso. 

Não são poucos os profissionais brasileiros na área de TI que gostariam de seguir uma carreira internacional e trabalhar na Austrália. Além dos Estados Unidos e Europa, aos poucos a Austrália vem se tornando um foco para estes profissionais. Para MaCson, são muitas vantagens que a Austrália oferece aos imigrantes, a começar pela imigração facilitada no caso de profissionais qualificados para trabalhar no país. “Além disso, a Austrália ainda oferece coisas maravilhosas: belas praias e um clima agradável, bem próximo ao que temos no Brasil”, lembra. 

Visto australiano – Antes de iniciar o processo de imigração para trabalhar na Austrália, é de fundamental importância contar com uma agência imigratória especializada e que seja devidamente registrada junto ao governo australiano para cuidar do seu processo de obtenção do visto. 

O objetivo da agência é fazer a pessoa ganhar tempo, já que o processo é demorado e requer conhecimento da legislação australiana, listas de profissões e demais regras do país. “Orientamos que a pessoa faça uma avaliação de elegibilidade do visto para saber se está apta para entrar com o processo na categoria desejada e evitar perdas financeiras. O consultor a ajudará a iniciar o requerimento de visto corretamente, aumentando as chances de sucesso”, recomenda o diretor da M.Quality.

Para descobrir se há chances de ser aceito, a M.Quality disponibiliza no site o “1º. Passo Gratuito”, um serviço que oferece uma orientação básica para avaliar se o candidato é realmente elegível para uma das categorias de vistos australianos. Ao preencher o formulário no site, e sendo elegível a uma das categorias, ele recebe um convite para assistir gratuitamente ao vídeo “Elegibilidade e Agora?”, no qual será explicado o escopo do trabalho da M.Quality e demais orientações e esclarecimentos imigratórios.

Sobre a M.Quality — A M.Quality é uma empresa de Assessoria em Imigração e Negócios especializada em auxiliar com o visto e na ida legal de brasileiros para a Austrália. Em 2016, a agência completou 15 anos no mercado, sendo a única agência brasileira de intercâmbio e imigração que possui licença validada pelo governo australiano. A M.Quality nasceu em 2001 por meio do empreendedorismo de MaCson Queiroz JP, engenheiro eletrônico pela Escola de Engenharia Mauá (SP), ex-instrutor do SENAI-SP e consultor imigratório com mais de 15 anos de experiência no ramo. A empresa foi fundada na Austrália e mantém a sede no país, com um escritório no Brasil. O escritório está situado no número 4800 da avenida Magalhães de Castro, 14º andar, na cidade de São Paulo. Para mais informações, acesse: http://www.mquality.com.br/   e http://mqualitynews.blogspot.com.br/ .
video


sábado, 10 de dezembro de 2016

Imigração Para a Austrália Como Jornalista


Quando o assunto é imigração para a Austrália, a maioria absoluta dos profissionais e interessados correm para consultar a última lista de profissões(“Skilled Occupations List”- SoL) aceitas pelo governo australiano para o programa de imigração a Austrália no website do DIBP (“Department of Immigration & Border Protection“). Mas quem disse-lhe que esta é a única alternativa? Não fomos nós...

No artigo de hoje vamos demonstrar que a lista SoL pode tornar-se irrelevante aos seus planos de morar na Austrália, desde que tenha um mínimo de criatividade comercial. Para isto vamos exemplificar com o caso real de imigração para a Austrália como jornalista.

Talvez os próprios jornalistas não saibam, mas já fazem mais de 5 anos consecutivos que esta profissão não configura na lista do SoL, apesar de todos nós utilizarmos os serviços de pelo menos um jornalista diariamente em nosso cotidiano. Sem mencionarmos  o fato que hoje o Google e o FB juntos, constituem a maior “agência” de notícias no planeta , sem mesmo empregarem jornalistas....Mas não desespere, pois o governo australiano criou um caminho alternativo de imigração para a Austrália que você, jornalista, desde que use a sua criatividade poderá utiliza-lo e em pouco tempo estar morando na Austrália permanentemente.   
   
No entanto novamente sentimos a obrigação moral de fazermos uma pausa aqui e dar-lhe antes este alerta: contenha o seu entusiasmo e não pule a sua leitura em nenhum parágrafo deste minucioso artigo. Já que no mesmo poderá encontrar informações essenciais retiradas dos veredictos promulgados nas salas dos tribunais em praticamente todas as jurisdições australianas nos últimos 15 anos que foram analisados por nós e considerados relevantes sobre a sua possível elegibilidade na imigração para a Austrália como jornalista. Como poderá concluir com a leitura até o fim deste artigo a sua elegibilidade ao mesmo não se resumirá numa única circunstância. Se ignorar algum aspecto do contexto deste artigo poderá resultar-lhe em futuras perdas financeiras. E isto nós não queremos para você, mesmo que não torne-se nosso cliente.

Você é jornalista?

A excelente notícia começa com o fato se você é um jornalista, poderá tornar-se facilmente um empreendedor  para este propósito de imigração para a Austrália como jornalista. A facilidade é justificada pelo fato que o governo australiano não exigirá nem mesmo experiência prévia como jornalista ou muito menos como empreendedor. Para tornar-se um jornalista e empreendedor você precisará abrir uma nova empresa  na Austrália em qualquer área de negócio, desde que a principal atividade não envolva compra e venda de imóveis, agenciamento em recursos humanos, compra de alguma empresa já existente na Austrália ou mesmo vir na condição de franqueado.
Então  para facilitar o entendimento das benesses governamentais inseridas  neste processo de imigração para a Austrália como jornalista e empreendedor , vamos assumir no nosso exemplo que você queira montar uma empresa para fazer a distribuição de alimentos orgânicos e veganos na Austrália.

É necessário um exorbitante capital?

A pergunta mais comum de ser feita logo de início é de quanto será o investimento mínimo exigido pelo governo australiano  para você estabelecer a distribuição de alimentos orgânicos e veganos Austrália como um negócio viável no propósito de  imigração para a Austrália como jornalista e empreendedor? A exuberante boa notícia que temos é que o governo australiano não exigirá nenhum centavo seu como investimento neste negócio!

Primeiro: pode voltar a ler a afirmativa acima pois está integralmente correta. Ou seja, você não precisará colocar seu dinheiro na sua idéia de negócio para viabilizar o seu propósito de  imigração para a Austrália como jornalista e empreendedor. No entanto o governo australiano vai exigir que você convença da excelência de sua proposta comercial a uma bancada formada por especialistas ou de entidades públicas apontadas pelo próprio governo australiano a investirem um mínimo de A$200 mil doláres australianos (~ R$503 mil reais) para que a sua idéia ganhe vida e comece rapidamente a beneficiar a sociedade australiana.

Tem mais?

Obviamente que sim! Pois ao receber o investimento mínimo de A$200 mil doláres o governo australiano exigirá que a sua participação societária não seja menor do que 30%.  Percebeu a benesse neste visto com propósito de  imigração para a Austrália como jornalista e empreendedor? Permita-nos a nossa tradução:
·         Você não vai utilizar os seus recursos financeiros para viabilizar esta idéia;
·         A sua idéia sonho de Austrália será financeiramente viabilizada por terceiros( isto é mais gratificante ainda, não é?);
·         O melhor: a idéia sonho de Austrália é sua e isto ninguém vai tirar ou comprar-lhe. Mas muito pelo contrário, tornarão-lhe sócio do empreendimento ( esta é a parte mais prazeirosa do propósito de  imigração para a Austrália como jornalista e empreendedor, não é verdade?);
·         Não há limite de idade (lembre-se que na SoL tem);
·         Não há exigência mínima de experiência profissional(lembre-se que na SoL exige-se).

Mais...

Se você não possui nenhuma idéia comercial de como pode aproveitar desta oferta no propósito de  imigração para a Austrália como jornalista e empreendedor  aqui vai a nossa dica: seja o primeiro e utilize a nossa idéia exemplo de distribuição de alimentos orgânicos e veganos Austrália. Pois a mesma é ainda em muitos aspectos original e única, já que houve vários avanços tecnológicos nesta área os quais agora possibilitam um armazenamento de tais alimentos por períodos significativamente maiores aos praticados nos últimos 100 anos! E para este propósito a M.Quality colocará em contato com a melhor empresa de consultoria na Austrália nesta área de alimentos orgânicos e veganos  para orienta-lo mesmo em Português, em todas as etapas deste negócio. Não existe nenhuma outra consultoria de imigração a Austrália no planeta oferecendo o suporte que oferecemos aos nossos clientes. Consegue imaginar agora o que poderíamos fazer mais em seu benefício ao se tornar nosso cliente?

Como começar?

Para descobrir com certeza se é elegível no propósito de imigração para a Austrália como jornalista e empreendedor, basta apenas que  contrate uma análise imigratória, a qual dará-lhe como bônus uma entrevista imigratória VIP2 de 90 minutos via Skype conosco para explicarmos em detalhes, desde que consideremos elegível, de como funcionará este plano em suas circunstâncias particulares.

Também oferecemos esclarecimentos de nossos serviços gratuitamente. Isto significa que ao preencher o formulário no site, sendo elegível a uma das categorias do visto australiano, você receberá o nosso convite via e-mail para assistir GRATUITAMENTE o nosso vídeo, "Elegibilidade e Agora?", onde explicaremos o escopo dos nossos trabalhos e os seus próximos passos para realizar o seu sonho de Austrália. Este serviço de esclarecimento GRATUITO será o seu primeiro e importante passo para o propósito de imigração para a Austrália como jornalista e empreendedor.

Portanto se estiver contemplando a decisão correta recomendamos que sempre procure uma orientação imigratória profissional ou consular, sabendo-se que a profissional não será nem mesmo 5% do que já estará investindo mas o potencial da economia a ser feito é de 100% ou mais. Reflita nisto.

Até a próxima!
MaCson Queiroz JP
Registered Migration Agent # 0105673

video

sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Fazendo o Processo Sozinho Para Morar na Austrália


Se você está com planos de morar na Austrália é quase que óbvio já ter visitado o site do Departamento de Imigração australiano (“DIBP”) e contemplado fazer todo o processo sozinho, não é verdade? Afinal de contas parece que o site do DIPB tem tudo o que você precisa para começar este processo para morar na Austrália, como: livretos explicativos nas categorias imigratórias mais populares, aplicativo que “procura” pelo visto australiano mais indicada a sua situação, custos, lista de documentos, e etc. Mas o site do DIPB é realmente esta “mão na roda” que aparenta ser para todos aqueles que planejam morar na Austrália?

Vamos responder esta pergunta acima com alguns fatos para que você tire a sua própria conclusão. O primeiro é que o DIBP não revela o total do número de pedidos de vistos negados em todas as categorias de imigração. O segundo fato  é que com exceção de alguns vistos humanitários, todos aqueles interessados neste processo para morar na Austrália e cidadania australiana terão que abrir a sua respectiva  conta ImmiAccount . A ImmiAccount é praticamente uma ferramenta de acesso virtual ao portal do DIBP, onde somente através da mesma é que conseguirá oficializar o seu pedido de cidadania ou visto na maioria absoluta das categorias  imigratórias para o seu processo de morar na Austrália.

Agora vamos somar os dois fatos citados acima, ao que foi divulgado pelo DIBP em dezembro de 2015.  Em tal data o DIBP noticiou que em 2014 a ImmiAccount  ganhou o prêmio entitulado como “Australian ICT Excellence in Service Delivery Award”. No entanto neste anúncio, orgulhosamente declararam que  havia mais de 3 milhões de usuários da ImmiAccount! No entanto como iniciaram a utilização da ImmiAccount  em 2013 podemos afirmar que temos em média 1 milhão de pedidos de visto ao ano de pessoas em praticamente todas as partes do planeta para o processo de morar na Austrália.

Sabendo-se que também em média o DIBP concede uns 200 mil vistos australianos ao ano, com certeza você não precisará ser um cientista da NASA para concluir que o DIBP nega o pedido de visto dos  800 mil restantes nos mesmos 12 meses! Ou seja, as suas chances de sucesso de morar na Austrália não superam a 20%. Considere também que dentro deste felizardo grupo dos 20%,  encontram-se os que receberam ajuda profissional, não inferindo que para estes que foram auxiliados por um agente de imigração possuem alguma garantia de sucesso, pois não tem. O fato  é que todo e qualquer agente de imigração somente sobrevive neste exigente mercado se tiver uma reputação ilibada e pautada no sucesso.

Talvez  você não tenha este preconceito, mas infelizmente muitos que desejam iniciar este processo sozinho para morar na Austrália imaginam erroneamente que o trabalho de um agente de imigração é o mesmo que um despachante faz. Ou seja, solicita os documentos necessários, coloca-os em ordem alfabética e envia para as autoridades australianas. A verdade que esta falta de exame crítico não está correta, pois um bom e competente agente de imigração tem como principal contribuição para o seu processo de morar na Austrália a de opinar se as suas justificativas para solicitar ou avançar nos seus planos de imigração para Austrália em tal categoria tem realmente boas chances de sucesso em relação aos rígidos critérios de entrada impostos pelo governo australiano. 

Logicamente opiniões são sempre baseadas na experiência profissional e as que apresentam uma maior solidez e valor provém induvidavelmente dos autores com um número maior de anos de experiência profissional. Afinal de contas acreditamos que todos em sã consciência sabem a resposta correta se, por exemplo, tivessem a opção de escolher entre um cirurgião recém formado ou um com mais de 15 anos de experiência profissional para opera-los no coração, não é verdade?

De forma que a nossa conclusão é se você decidir fazer o processo sozinho para morar na Austrália as suas chances de sucesso são bem menores que os 20% explicados acima. Obviamente se tiver o seu pedido de visto negado dentro deste processo de imigração para Austrália as suas perdas financeiras serão enormes e em algumas categorias de  imigração para Austrália devido aos altos valores envolvidos nestas perdas poderão colocar em risco de colapso até mesmo a harmonia matrimonial ou familiar que desfruta no momento. Ou seja, você precisa estar mesmo bem desesperado para colocar tudo em risco sabendo-se agora que tem uma melhor e mais segura opção de investimento.

Então se você não deseja fazer do seu processo de morar na Austrália uma aventura com pouquíssimas chances de final feliz como foi demonstrado acima, por favor, analise com a imparcialidade merecida os prós e contras de fazer o processo sozinho para morar na Austrália com o auxílio da nossa tabela resumo de serviços abaixo.

Serviços Oferecidos
Departamento de Imigração
MQuality
A não gratuidade dos serviços
Honestidade e Competência
Informações verdadeiras e corretas
Aberto 365 dias por ano
Méritos pessoais esclarecidos
Respostas as suas dúvidas em 72 horas
Autenticação dos documentos facilitada
Tradução padrão NAATI facilitada
A não necessidade de pagamentos internacionais
Parcelamento do pagamento
Respostas as suas dúvidas em português
Reuniões via Skype
Reuniões via Skype após as 20hs(*1)
Reuniões via Skype após as 20hs aos Domingos(*1)
Reuniões via Skype em português
Contato via telefone
Notificação se houver discrepâncias em suas cartas de referências
Orientação e revisão pessoal de sua lista de documentos
Orientação inicial Gratuita em português
Orientação pessoal trabalhista
Curso de inglês Gratuito(*2)
Preparo para as suas entrevistas
Descontos nas passagens aéreas
Páginas no site em português explicando o visto para profissionais
Páginas no site em português explicando o visto para estudantes
Páginas no site em português explicando o visto para empresários
Páginas no site em português explicando o visto para empreendedores
Páginas no site em português explicando o visto para investidores
Páginas no site em português explicando o visto para turistas
Páginas no site em português explicando o visto pelo casamento
Páginas no site em português explicando o visto como engenheiro
Páginas no site em português explicando o visto como fisioterapeuta
Páginas no site em português explicando o visto como fonoaudiólogo
Páginas no site em português explicando o visto como imigrar sem diploma
Páginas no site em português explicando o visto como imigrar com idade acima de 49 anos
Garantia de devolução(*3)
(*1) Note: válido dentro do fuso horário SP&Brasília(Brasil);
(*2 & 3) Note: a oferta de nosso curso de inglês gratuito e a garantia de reembolso de nossos honorários aplicam-se em algumas categorias de imigração sob condições e têrmos contratuais.

Portanto agora que está ciente dos fatos tome a decisão correta e procure uma orientação imigratória profissional, sabendo-se que a profissional não será nem mesmo 5% do que já estará investindo mas o potencial da economia a ser feito é de 100% ou mais. Reflita e execute isto. 

Até a próxima!
MaCson Queiroz JP
Registered Migration Agent # 0105673