sexta-feira, 30 de março de 2018

Exame - " Governo da Austrália evidencia vantagens para empreender no país"

Estrangeiros podem optar por investir diretamente na empresa e candidatar-se à residência permanente

"..Com 27 anos de ininterrupto crescimento econômico, a Austrália desenvolveu um programa robusto para atrair empresários estrangeiros que estejam interessados em se candidatar a um visto de residência permanente no país. As opções para os investidores incluem a abertura de um novo negócio, a instalação de uma subsidiária de empresa internacional na Austrália ou a compra de uma companhia australiana já existente.

Os esforços das autoridades locais para chamar a atenção de empreendedores e auxiliá-los a formatar seus negócios no país foram evidenciados em recente relatório da Australian Trade and Investment Commission (Austrade). O documento de 2018 demonstra as vantagens do mercado para interessados em abrir novas empresas ou comprar companhias já existentes. Entre os argumentos apresentados, está o fato de que a Austrália é o 15º mercado mais fácil para se fazer negócios entre 190 países analisados – e o 5º dentre os países com uma população similar ou maior que a australiana.

Além das condições favoráveis para a operação empresarial dentro da própria Austrália, o Austrade reforça que o país está interligado com um mercado asiático em franca expansão – o que amplia as possibilidades regionais de negócio. Também em comparação às grandes economias mundiais (Estados Unidos, Reino Unido e União Europeia), a previsão é a de que a Austrália obtenha o maior crescimento econômico entre 2018 e 2022 (de 2,8% ao ano), segundo o documento intitulado “Benchmark Report 2018”.

Antes de tudo, o Austrade reconhece a importância dos investimentos diretos na economia do país, que já alcançaram a marca de AU$ 1,1 trilhão de ativos e receitas próximas de AUS$ 630 bilhões anuais. Cerca de 700 mil australianos são empregados por empresas estrangeiras no país nos mais diferentes segmentos. Embora a ênfase desses aportes seja em infraestrutura (especialmente no setor de mineração), o país comemora o aumento no fluxo de investimentos diretos em prestação de serviços, incluindo saúde, educação, turismo, gestão de riquezas e outros. 

“Ao evidenciar a importância e o potencial econômico para novos negócios estrangeiros no país, o governo demonstra a abertura às iniciativas de empreendedores estrangeiros que tenham projetos para fixar residência no país para conduzir suas empresas em solo australiano, conforme temos informado em nosso site(http://www.mquality.com.br/  )”, comenta o consultor imigratório MaCson Queiroz JP. Ele explica que o governo possui regras específicas para os vários tipos de empresas possíveis de serem criadas por imigrantes.

Entre as opções disponíveis, o empreendedor pode abrir um negócio individual (comparável à entidade do Microempreendedor Individual no Brasil), em que o fundador é o único proprietário e quem responde por toda a administração. A empresa pode ainda ser configurada como uma companhia – ou seja, constituída por meio de uma pessoa jurídica específica. Outras modalidades de empresas são partnerships, em que vários sócios dividem as funções executivas do negócio, e gestoras que detêm e administram ativos (físicos ou financeiros) de terceiros. “Em qualquer desses formatos, abrir uma empresa nova em um país diferente do seu apresenta desafios para o empreendedor. Por isso, oferecemos um programa completo de consultoria àqueles que tentam desbravar um mercado tão promissor”, acrescenta Queiroz, que é fundador e diretor da M.Quality, única agência brasileira de imigração e negócios com 16 anos de atuação na Austrália.

Os estrangeiros ainda podem fazer o registro na Austrália como empresa estrangeira, mantendo-a vinculada, por exemplo, a uma matriz brasileira e operando como uma subsidiária. Adquirir uma companhia australiana é outra possibilidade para investidores que queiram conduzir um negócio já estabelecido, mas que requer aprovação da Australian Securities & Investments Commission.

Para todas as opções, o governo apresenta regras fiscais específicas, assim como regulamentações próprias de cada setor de atividade. A consultoria da M.Quality inclui o acompanhamento dessas normas, assim como de todos os passos que envolvem desde a abertura legal da empresa na Austrália, até o registro de sua marca e domínio.

Paralelamente, o Departamento de Home Affairs, responsável pelas questões relacionadas à imigração, oferece diversas categorias de vistos para negócios e investimentos no país. “As oportunidades são muitas, mas a escolha do melhor modelo depende do perfil de cada investidor e empreendedor estrangeiro. Um novo projeto de vida que envolve empreender e imigrar na Austrália precisa contar com um planejamento criterioso e especializado em imigração”, recomenda MaCson Queiroz JP, da M.Quality.

Diante das inúmeras vantagens para se investir e viver na Austrália, os órgãos de governo envolvidos na atração de investidores e regulação de imigrantes alerta os interessados para que busquem informação qualificada sobre vistos de permanência no país (vinculados ou não à abertura de novas empresas). Um dos cuidados deve ser a busca de consultores experientes no tema e devidamente credenciados pelo governo para atuar nesse setor. A M.Quality, por exemplo, oferece um serviço completo de informações sobre as mais diferentes possibilidades de imigração para brasileiros. Para registrar-se e receber as informações, basta acessar o portal da empresa.

Sobre a M.Quality

A M.Quality é uma empresa de assessoria em imigração, negócios e intercâmbio especializada em processos de visto para a Austrália. Fundada em 2001, é a única agência brasileira do setor que possui licença validada pelo governo australiano há 16 anos. A M.Quality foi criada na Austrália e no Brasil por meio do empreendedorismo de MaCson Queiroz JP, engenheiro eletrônico pela Escola de Engenharia Mauá (SP), ex-instrutor do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI/SP) e reconhecido consultor imigratório no país. Com sede em Sydney, a empresa possui também escritório em São Paulo. Seu website tornou-se uma das mais procuradas fontes mais seguras de informação sobre imigração para a Austrália entre brasileiros e pode ser acessado aqui ( http://www.mquality.com.br/visto/  )..."


Fonte: Exame

terça-feira, 20 de março de 2018

Ajustes na lista de profissões utilizada na imigração a Austrália


O governo estadual de SA informou-nos que as profissões listadas abaixo não terão a sua aprovação mesmo que você tenha 90 pontos ou mais!

132211 Finance Manager
221111 Accountant (General)
221112 Management Accountant
221113 Taxation Accountant
221213 External Auditor
221214 Internal Auditor 
222112 Finance Broker
222199 Financial Brokers nec
222211 Financial Market Dealer
222299 Financial Dealers nec
222311 Financial Investment Adviser
222312 Financial Investment Manager
225113 Marketing Specialist


Lembre-se que você poderá ter outras alternativas, mas atente que pedido de visto australiano é realmente um assunto sério. Se estiver procurando por ajuda profissional não deixe o seu futuro nas mãos de amadores ou inexperientes. Nós somos especialistas há mais de 16 anos em vistos para a Austrália. Converse conosco antes de fechar negócio. Nosso telefone (11) 3382-7110.

domingo, 11 de março de 2018

O Curso de Inglês Mais Barato em Toda a Austrália




É praticamente do conhecimento de todos os interessados em fazer um intercâmbio de estudos na Austrália que os serviços de escolha de curso, matrícula escolar, intermediação e etc que as centenas de agências de intercâmbio para Austrália prestam aos seus clientes são gratuitos. Ou seja, as agências de intercâmbio ganham o seu sustento através da comissão que recebem das escolas nos serviços que vendem e não há nada de errado nisto.

No entanto uma comissão é quase que invariavelmente calculada baseada em uma porcentagem do valor base e isto naturalmente significa que quanto maior for o valor base, maior será a quantia a ser paga na comissão. Por que estamos explicando este conceito simples de matemática? Percebemos que a esmagadora maioria das agências de intercâmbio não oferece cursos de inglês na Austrália por menos de A$200/semana(~R$500). Fica a pergunta: será que não existem cursos de inglês na Austrália decentes por menos de A$200/semana? Ou será que isto é apenas devido a avidez pelo insaciável desejo de lucros maiores de alguns? Vamos raciocinar?

Nós novamente trazemos com total exclusividade na mídia nacional os fatos sobre o curso de inglês mais barato em toda a Austrália e uma vez bem informado, acreditamos que terá perfeitas condições de chegar a sua própria conclusão e escolher o curso mais apropriado ao que realmente pode pagar.

Cursos mais baratos são os piores?....

Dentro de nossa cultura brasileira é muito difícil não termos esta opinião preconceituada já em berço que os cursos mais baratos são os piores. Afinal exemplos desta triste realidade não nos faltam nas áreas da saúde , educação, alimentação e etc.... Mas as agências de intercâmbio para Austrália omitem o fato que felizmente esta não é a realidade vivenciada na Austrália. Nem tudo que é mais caro tornar-o garantido que será superior em qualidade. Vamos as evidências...

Um dos fatos omitidos pelas agências de intercâmbio é que governo australiano criou há muito tempo atrás a Lei dos Serviços Educacionais para Estudantes Estrangeiros (ESOS) e o Código Nacional de Boas Práticas para as Autoridades de Registro e Prestadores de Educação e Formação para Estudantes Estrangeiros de 2007 (Código Nacional). Isto significa que quando o assunto for qualidade de ensino nas 1.200 instituições e 22 mil cursos que você tem para escolher na Austrália, padrões nacionalmente homogêneos para provedores de educação e formação para estudantes estrangeiros são garantidos por lei.

Estas leis, entre outras coisas, garantem a carga horária mínima de estudos que você terá na presença física(não online) de um professor qualificado de acordo com os padrões australianos de ensino ao estudar , por exemplo, por exemplo, General English em qualquer cidade na Austrália.

Uma outra garantia que estas leis proporcionam a você é o número máximo de estudantes por classe que a escola poderá oferecer-lhe. Mesmo a Austrália sendo capitalista, o governo australiano colocou nestas leis garantias que você receberá da escola uma oferta de parcelamento dos pagamentos escolares, obrigação da escola colocar-lhe claramente os termos de re-embolso e outros.

Para aqueles que já estão na Austrália e renovando os seus respectivos visto de estudante, estas leis até mesmo garantem uma compensação financeira se tornar-se vítima de fraude por parte de alguma agência de intercâmbio na Austrália que contratou ou mesmo no caso da escola ter pedido falência após o seu pagamento.

Mas não podemos deixar de dar-lhe este alerta: se você estiver fora da Austrália a garantia explicada acima não existe e os riscos de perdas financeiras e emocionais são todos seus! A menos que esteja realizando o processo de intercâmbio de estudos para Austrália por intermédio de uma agência de imigração registrada junto ao OMARA (“Office of the Migration Agents Registration Authority” – uma espécie de secretaria de defesa e proteção aos direitos do consumidor criado pelo do governo australiano), como tem sido a M.Quality nestes últimos 16 anos.

Mas então por que há diferenças nos preços dos cursos na Austrália?....

Como em toda sociedade capitalista, os fatores de demanda e procura são essenciais ingredientes na formação dos preços dos cursos na Austrália. Mas não menos importantes também são os diferenciais como: distância da escola à praia ou ao centro comercial, aos pontos turísticos, número de professores em classe, anos de experiência profissional dos professores, nível dos recursos audiovisuais, recursos online, proximidade do transporte público, oferta de serviços para ajuda na procura de emprego, uso gratuito dos computadores e internet, e etc.

Sendo assim, todos estes fatores exemplificados acima podem e fazem a diferença entre uma escola australiana que cobre até mesmo A$450 por semana para o seu curso de General English! Então recomendamos que faça um bom planejamento estratégico do que realmente está procurando nos seus estudos na Austrália, pois a diferença entre pagar A$250 por semana ou de A$160, pode trazer-lhe a economia que precisa ter futuramente para matricular-se no curso que finalmente colocará-lhe no caminho da residência permanente na Austrália sem perda da qualidade de ensino.

Qual é então o curso de inglês mais barato em toda a Austrália?....

Em primeiríssima mão, a M.Quality, a única agência de intercâmbio e imigração para a Austrália a dar-lhe esta oferta no Brasil e para todo o restante da América Latina de duas opções de cursos de inglês por apenas A$160 por semana(~R$400). Confira abaixo as particularidades únicas desta sensacional oferta:

#Cursos: General English ou IELTS Exam Preparation & PTE Preparation Courses;
#Cidade: Perth;
#General English: do básico ao avançado;
#*Período das aulas: flexibilidade de ir na parte da manhã ou da noite dependendo de seus compromissos (* nenhuma outra escola em Perth jamais ofereceu tal flexibilidade ao estudante);
#Matrícula escolar: A$350( valor não reembolsável);
#Taxa do Material Escolar: A$150 para as primeiras 12 semanas (A$5 por semana adicional);
#Início: deve iniciar as aulas antes de 30/Abr/18;
#Valor: apenas A$160 por semana( desconto maior se contratar acima de 48 semanas).

Para facilitar, por favor, confira o nosso exemplo abaixo de orçamento para estudar por 6 meses na Austrália

#Cursos: General English ou IELTS Exam Preparation & PTE Preparation Courses;
#Cidade: Perth;
#Matrícula escolar: A$350( valor não reembolsável);
#Valor do curso: A$4,160;
#Taxa do Material Escolar: A$220;
#Taxa Governamental do Visto: A$560;
#Taxa do Seguro de Saúde Obrigatório(7 meses/solteiro(a)): A$318;
#Acomodação em casa de família australiana em quarto individual com 3 refeições diárias: A$1,240(para as primeiras 4 semanas ).

Sua oportunidade....

Se os seus planos são de continuar ou fazer um intercâmbio na Austrália em um curso de qualidade mas sem acabar com as suas economias você não imaginaria ter uma notícia melhor do que esta acima. Venha conversar conosco, pois a consulta para o intercâmbio na Austrália é GRÁTIS! É isto mesmo! A M.Quality por um período limitado mostrado acima está oferecendo para todos os interessados no curso de inglês mais barato em toda a Austrália para obter pela primeira vez ou renovar o visto australiano de estudante uma consulta grátis para dirimir as dúvidas de intercâmbio na Austrália antes de qualquer investimento seu, pois infelizmente venda de cursos caríssimos e inadequados aos seus propósitos de intercâmbio na Austrália ainda estão acontecendo. Clique aqui no nosso “Consulta Grátis P/Estudantes” para obter mais detalhes de como tirar o máximo proveito desta sensacional oferta.

Sabendo-se que a M.Quality é a única agência de imigração e intercâmbio brasileira com mais de 16 anos de experiência oferecendo os serviços de intercâmbio para a Austrália, fica uma questão de bom senso a sua escolha e agora não poderá dizer que não foi alertado. Não alimente a ganância de alguns, pois poderá tornar-se parte do problema. Esta é mais uma notícia nossa de utilidade pública. Consegue imaginar agora o que poderíamos fazer mais em seu benefício ao se tornar nosso cliente? Esta é mais uma prova que a M.Quality faz mais por você!

quarta-feira, 7 de março de 2018

Exame - "Processo de imigração de fisioterapeutas para a Austrália é facilitado para brasileiros"

Médias salariais pagas por profissionais no país está entre as mais altas do mundo, chegando a US$ 80 mil ao ano.

" O governo australiano anunciou recentemente que poderá conceder até 1.464 vistos de residência para fisioterapeutas estrangeiros. O número é 32% superior à previsão anunciada em 2015 para o programa de imigração profissional do país. Esta medida confirma que o país está cada vez mais aberto a receber profissionais que atuam fora da Austrália. Especialmente para brasileiros, o anúncio veio acompanhado da possibilidade de mais profissionais terem o reconhecimento de seu diploma de forma muito mais simplificada.

O chamado General Skilled Migration Program é voltado para a concessão de vistos para profissionais especializados em determinadas carreiras que estão sob demanda na Austrália. Fisioterapia está entre as profissões mais valorizadas pelos órgãos de controle de imigração. Há 40 anos, esta ocupação é encontrada recorrentemente na lista de especializações que permitem ao imigrante estrangeiro atuar profissionalmente na Austrália. Apesar da abertura do governo para esta especialização, apenas 37 vistos foram concedidos nesta categoria entre as 1.104 possibilidades ofertadas pelo governo. E entre os 1.464 vistos possíveis de serem concedidos para fisioterapeutas estrangeiros desde julho de 2017, apenas 33 foram emitidos até janeiro deste ano (menos de 3%, portanto).
Para o consultor imigratório MaCson Queiroz JP, estes números indicam um mercado amplo e consistente para fisioterapeutas estrangeiros na Austrália. Mas, ao mesmo tempo, poucos profissionais são bem assessorados sobre a validação do diploma universitário e da experiência de trabalho para atender aos requisitos dos órgãos avaliadores. “Existe a possibilidade de obter o reconhecimento profissional de forma muito mais facilitada, conforme temos informado em nosso site(http://www.mquality.com.br)”, afirma Queiroz, fundador e diretor da M.Quality, única agência brasileira credenciada de imigração e negócios com 16 anos de atuação na Austrália.
Processo facilitado
Até recentemente, fisioterapeutas brasileiros consideravam que o reconhecimento profissional dependia da aprovação em provas escritas e em rigorosos exames clínicos realizados no exterior. Por isso, vários desistiam de tentar a validação porque os custos desses testes eram muito altos, chegando a US$ 18 mil. Uma alternativa era cursar toda a graduação ou o mestrado na Austrália, mas com investimentos ainda mais significativos. “O baixo número de vistos concedidos para fisioterapeutas no programa está diretamente relacionado à dificuldade e aos custos do processo”, avalia Queiroz.
Em 2015, a M.Quality começou a divulgar entre os brasileiros a possibilidade de substituir esses testes pela análise da equivalência de currículos universitários. Esta medida já havia sido ofertada pelo governo australiano, mas continuava desconhecida pelos interessados. A equivalência é definida a partir da comparação entre o programa de ensino cursado pelo profissional no Brasil e os parâmetros nacionais australianos. No entanto, a implementação dessa medida ainda dependia que universidades brasileiras e seus cursos fossem avaliados e considerados equivalentes aos programas de graduação na Austrália.
Só agora, em 2018, o Brasil teve sua primeira universidade federal – a UFSCar (de São Carlos, SP) – aceita no seleto grupo das instituições de ensino superior reconhecidas pelo Australian Physiotherapy Council (Conselho Australiano de Fisioterapia).
“Entre as várias vantagens dessa mudança está o fato de que o profissional pode continuar suas atividades no Brasil até que seu processo de validação seja concluído e encaminhado à imigração, sem necessidade prévia de comprovar proficiência no idioma inglês”, complementa o diretor da M.Quality.
Mercado atrativo
As facilidades aprovadas pelo governo australiano evidenciam a necessidade de suprir um mercado desabastecido de mão de obra especializada em saúde. Os fisioterapeutas, por exemplo, são profissionais que podem ter ganhos anuais acima de US$ 80 mil (ou R$ 21 mil mensais), de acordo com pelo menos 20% das 1.800 vagas anunciadas pelo Seek, o mais popular portal de empregos da Austrália.
Dados da OCDE indicam que as médias de salários anuais pagos na Austrália para fisioterapeutas estão entre as mais altas do mundo, superando países como Cingapura (US$ 31 mil), Nova Zelândia (US$ 27 mil), Finlândia (US$ 36 mil), Canadá (US$ 42 mil) e Bélgica (US$ 44 mil).
O desenvolvimento desse mercado é ainda mais promissor por uma série de fatores locais, como o envelhecimento da população australiana e a necessidade de profissionais dedicados ao aprimoramento da qualidade de vida dos idosos. Segundo a Associação Australiana de Fisioterapeutas, a demanda por profissionais continuará intensa no país até 2025, tanto em grandes hospitais como em pequenos centros integrados de saúde. A instituição ainda prevê uma pressão crescente pela qualidade e variedade de ofertas de serviços no sistema público de saúde. Isso inclui maior demanda por fisioterapeutas capazes de lidar com casos complexos, de maneira integrada a outras especialidades e com apoio de recursos de tecnologia.
O governo recomenda que fisioterapeutas interessados no programa de imigração profissional da Austrália procurem apenas agentes imigratórios credenciados. Eles saberão avaliar se o profissional é elegível ao visto e, então, oferecer as orientações corretas para o processo burocrático.
Sobre a M.Quality
A M.Quality é uma empresa de assessoria em imigração, negócios e intercâmbio especializada em processos de visto para a Austrália. Fundada em 2001, é a única agência brasileira do setor que possui licença validada pelo governo australiano há 16 anos. A M.Quality foi criada na Austrália e no Brasil por meio do empreendedorismo de MaCson Queiroz JP, engenheiro eletrônico pela Escola de Engenharia Mauá (SP), ex-instrutor do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI/SP) e reconhecido consultor imigratório no país. Com sede em Sydney, a empresa possui também escritório em São Paulo. Seu website tornou-se uma das mais procuradas fontes seguras de informação sobre imigração para a Austrália entre brasileiros e pode ser acessado aqui (www.mquality.com.br)."

Fonte: Exame

domingo, 4 de março de 2018

New Zealand estuda retirar os direitos trabalhistas dos estudantes internacionais



Se você está com planos de estudar e trabalhar na Nova Zelândia, fique atento neste espaço. Pois o novo governo (Partido Trabalhista) está considerando retirar os direitos trabalhistas dos estudantes internacionais que venham estudar em um curso de nível inferior ao bacharelado, segundo o site do The Special Broadcasting Service (SBS).

Os estudos apontam que a economia do país perderá anualmente algo superior ao equivalente de A$268 milhões de doláres australianos, mas a preocupação do governo não é com este lado financeiro, mas sim de colocar a Nova Zelândia como uma referência em qualidade de ensino para o restante do mundo. 

Lembre-se que na Austrália ainda não estudam isto e você também pode ter chances de estudar e trabalhar na Austrália, mas atente que pedido de visto australiano é realmente um assunto sério. Se estiver procurando por ajuda profissional não deixe o seu futuro nas mãos de amadores ou inexperientes. Nós somos especialistas há mais de 16 anos em vistos para a Austrália. Converse conosco antes de fechar negócio. Nosso telefone (11) 3382-7110.

sábado, 24 de fevereiro de 2018

Fisioterapeuta arruma emprego na Australia com a ajuda da M.Quality


A maioria de vocês que planejam uma imigração para a Austrália, seja a mesma permanente ou até mesmo um intercâmbio de estudos sabe que a maior preocupação depois da elegibilidade ao visto australiano é arrumar um emprego na Austrália. Pois invariavelmente este é talvez o único item desta sua planejada viagem onde não conseguirá colocar o “tick” como realizado antes de chegar a Austrália. É definitivamente frustrante não termos esta garantia de emprego para uma decisão tão importante que estamos tomando para nossas vidas e isto deixa ainda mais angustiados os nossos entes queridos e amigos que ficam na torcida pelo nosso sucesso. Mas há algo que possa ser feito?

Nós da M.Quality temos sempre afirmado que fazemos mais pelos nossos clientes. Aqui vamos apresentar mais uma prova irrefutável da veracidade do que afirmamos e das perdas para aqueles que estão contemplado fazer todo o processo sozinho deixando de contratar o único agente de imigração brasileiro com mais de 16 anos de experiência em imigração para a Austrália.

Vídeo depoimento....

Vocês vão assistir o vídeo depoimento dos nossos clientes, Diego e Andrea, que também tornaram-se nossos amigos. Diego é um profissional fisioterapeuta com vários anos de experiência que assim como muitos de vocês , leu um artigo nosso sobre imigração para a Austrália antes de contratar os nossos serviços.


Não vamos esvaziar o conteúdo deste vídeo , mas Diego diz claramente em seu depoimento que este emprego só foi possível a garantia do mesmo ainda estando no Brasil, com a ajuda da M.Quality. Particularmente isto é explicado levando-se em consideração o fato que o nosso agente de imigração e diretor da M.Quality, já possui mais de 26 anos de Austrália e consequentemente uma vasta rede de conexões por todo o país!

Sendo assim, apesar de óbvio, vamos reinteirar aqui que esta benesse foi praticada gratuitamente em todos os aspectos para que os nossos clientes tivessem o melhor possível de inicio de vida na Austrália.



Mas como escolher um agente de imigração?

O governo possui uma organização para regular a atuação desses profissionais – a Autoridade para Registro de Agentes de Imigração (MARA, em inglês). O Department of Home Affairs (DHA - hoje responsável pelo controle de imigração na Austrália) estimula denúncias de eventuais profissionais sem registro oficial e que podem induzir os interessados a erros irremediáveis (fazendo, inclusive, promessas ilegais e irreais de facilidades no processo).

O site da MARA possibilita a consulta do agente pelo número de registro ou pelo nome. Os registros são renovados anualmente e passam por rigorosa checagem do caráter de cada profissional pelo DHA.

Um agente registrado de imigração experiente é capaz de alertar para os riscos de uma avaliação ruim do DHA. Por isso, o tempo de atuação nesse setor é o segundo critério mais importante para escolher esse profissional. Afinal, é somente a experiência de atuação que confere ao agente o conhecimento sobre como as regras são aplicadas na Austrália. Além disso, é ele quem identifica, logo nas primeiras avaliações sobre o perfil do potencial imigrante, quais são os melhores caminhos legais ao visto e como substanciar a documentação necessária. Isso requer conhecimento acerca das mínimas nuances das leis imigratórias australianas e suas diferentes regulamentações no país, o que só um agente especializado possui.

Para certificar-se sobre a experiência do agente, o cliente pode seguir as instruções da MARA para descobrir o tempo de atuação do profissional (por meio da consulta ao número de registro ou nome).

Confiança é critério essencial na escolha do seu agente de imigração. E isso só é possível quando as duas partes se entendem com precisão e transparência. Diante disso, um outro pré-requisito para a escolha de um agente de imigração é a comunicação em português para brasileiros. Mesmo para os falantes fluentes de inglês, os detalhes técnicos do processo de imigração podem exigir um entendimento que só é completo na primeira língua.

Algumas agências de imigração oferecem o atendimento inicial em português para brasileiros, mas o dia-a-dia do processo é coordenado diretamente por um profissional que pode não falar português. É ele quem cuida das questões burocráticas relacionadas à documentação sem nenhum conhecimento da cultura brasileira e invariavelmente não nem mesmo sabe o que é um CPF, por exemplo. Mas, no meio desse processo, muitas outras dúvidas ainda podem surgir. Por isso, o ideal é que o cliente tenha a garantia de acesso direto ao seu agente de imigração.

Como começar?

Para descobrir com certeza se é elegível ao processo de imigração para a Austrália , basta apenas que contrate a nossa análise imigratória orçamentária, a qual lhe dará como bônus uma entrevista imigratória via Skype com o nosso agente de imigração para explicarmos em detalhes, desde que consideremos elegível, de como funcionará o nosso plano em suas circunstâncias particulares.


Também oferecemos esclarecimentos de nossos serviços gratuitamente. Isto significa que ao preencher o formulário no nosso site, sendo elegível a uma das categorias mais populares do visto australiano, você receberá o nosso convite via e-mail para assistir GRATUITAMENTE o nosso vídeo, "Elegibilidade e Agora?", onde explicaremos o escopo dos nossos trabalhos e os seus próximos passos para realizar o seu sonho de Austrália. Este serviço de esclarecimento GRATUITO será o seu primeiro e importante passo para o propósito de imigração para a Austrália.


Portanto se estiver contemplando a decisão correta recomendamos que sempre procure uma orientação imigratória profissional ou consular, sabendo-se que a profissional não será nem mesmo 5% do que já estará investindo mas o potencial da economia a ser feito é de 100% ou mais. Reflita nisto.

sábado, 27 de janeiro de 2018

AS PROFISSÕES COM AS PONTUAÇÕES MAIS ALTAS PARA O VISTO PERMANENTE AUSTRALIANO


O agora Department of Home Affairs (antes "Department of Immigration and Border Protection") informo-nos com a lista do grupo de profissões que mais receberam o pedido do visto permanente sc189 durante o ano fiscal de julho de 2016 a junho de 2017. Por favor, confiram a mesma abaixo.
2211 Accountants
2212 Auditors
2334 Electronics Engineer
2339 Other Engineering Professionals
2611 ICT Business and System Analysts
2613 Software and Applications Programmers
2631 Computer Network Professionals
Muita atenção na leitura desta lista, pois a mesma não significa necessariamente uma única profissão e pode ser várias. Naturalmente este grupo de profissões estão ainda hoje a exigir uma maior pontuação por parte dos solicitantes.
Lembre-se que você também pode ter chances de morar na Austrália, mas atente que pedido de visto australiano é realmente um assunto sério. Não deixe o seu futuro nas mãos de amadores ou inexperientes. Nós somos especialistas há mais de 16 anos em vistos para a Austrália. Converse conosco antes de fechar negócio. 

PELA PRIMEIRA VEZ: 105 PONTOS NO VISTO PERMANENTE AUSTRALIANO

MQUALITY A PRIMEIRÍSSIMA A DAR A NOTÍCIA!!!!

Desde que DHA ("Department of Home Affairs", antes "Department of Immigration and Border Protection") implantou o sistema de pontuação mínima para enviar convites liberando aos solicitantes fazer os respectivos pedidos nas melhores categorias do visto permanente ou temporário nunca ninguém tinha alcançado 105 pontos como chegou nesta última rodada de 3 de janeiro de 2018.
Pela primeira vez apareceu um solicitante com 105 pontos! Isto significa que você não pode mais adiar os seus planos de Austrália, pois seus concorrentes estão rapidamente preparando-se para ganhar o seu lugar. Não deixe de observar que o gráfico mostra claramente que todos os 300 convites emitidos nesta rodada de 3 de janeiro de 2018 para o visto permanente NENHUM foi para algum candidato com menos de 70 pontos, apesar que o mínimo legal aceito ser de 60 pontos.
Na nossa opinião o efeito "Trump" está colaborando com estes resultados ao afastar os melhores e mais capacitados profissionais imigrantes não brancos do mercado de trabalho dos USA, e estes certamente não querem a geleira do Canadá mas simplesmente o melhor país no mundo hoje para viver: Austrália. Então se você está com medo ou com qualquer outro problema semelhante para iniciar este processo de visto australiano e não conseguir terminar, procure uma ajuda profissional pois o momento é agora de conseguir o seu visto.
Lembre-se que você também pode ter chances de morar na Austrália por outra categoria, mas atente que pedido de visto australiano é realmente um assunto sério. Se estiver procurando por ajuda profissional não deixe o seu futuro nas mãos de amadores ou inexperientes. Nós somos especialistas há mais de 16 anos em vistos para a Austrália. Converse conosco antes de fechar negócio. 

domingo, 21 de janeiro de 2018

Imigração Para a Austrália Como Fisioterapeuta Simplificada



Em setembro de 2015 nós descobrimos e anunciamos a todos os interessados no programa de imigração para a Austrália que o processo de validação do diploma de fisioterapeuta poderia ser realizado sem envolver os exames escritos e testes clínicos, os quais não necessariamente são realizados no Brasil ou Portugal. Fomos a primeiríssima agência de imigração para a Austrália a dar esta notícia no Brasil e para todo o restante da América Latina!

Na época houve uma avalanche de e-mails e telefonemas aos nossos escritórios em São Paulo e em Sydney por muitos sequiosos por mais informações mas também infelizmente por uma considerável parcela de céticos que sistematicamente ignoraram as nossas credenciais e extensa experiência profissional concluindo erroneamente e precipitadamente que estávamos dando informações falsas ao público....e estes foram os que mais perderam!

Aqueles que acreditaram e confiaram na M.Quality são os vencedores para este ano de 2018. Pois novamente trazemos com total exclusividade a notícia que o programa de imigração para a Austrália como fisioterapeuta está sendo simplificado aos brasileiros! Se você estava procurando por mais uma prova irrefutável que a M.Quality continua sendo a lider brasileira em imigração para a Austrália, por favor, continue a sua leitura que iremos provar exatamente isto.

Processo da Validação do Diploma Simplificado....

Acreditamos que a maioria de nossos leitores já tem conhecimento que o processo de validação do diploma de fisioterapeuta com os propósitos de imigração para a Austrália como fisioterapeuta pode acontecer pelo caminho convencional , o qual vai exigir a aprovação em exames escritos e em testes clínicos ou completando um mestrado na Austrália. Infelizmente o investimento em quaisquer destas opções é proibitivo para muitos dos nossos leitores.

Entretanto o que era inédito em setembro de 2015 foi o fato que as opções acima podem ser substituídas por uma análise comparativa do que estudou no Brasil ou em qualquer outro país ao que é ensinado hoje aos fisioterapeutas nas universidades australianas. É neste caminho onde nós temos talvez a melhor notícia deste ano para você que tem o sonho de imigrar para a Austrália.

Antes da publicação do nosso artigo em setembro de 2015 haviam 0 (zero) universidades brasileiras aceitas para este propósito, e como nós nunca omitimos a verdade para todos os nossos clientes, os céticos e pessimistas tomaram este fato como bandeira contra nós por estarmos propagando o otimismo mesmo que racional, tornou este grupo bem tóxico nas mídias sociais.

Mas nós não nos abalamos com a voracidade das críticas irracionais e infundadas que recebemos e perserveramos nos nossos propósitos de servir bem aos nossos clientes, pois sabíamos que a lei do amor é imbatível. Assim foi, pois já no final de 2015, pela primeira vez dentro dos quase 50 anos de existência do programa de imigração para a Austrália uma universidade brasileira apareceu na lista das autoridades australianas com o curso de fisioterapia aprovado para estes fins de imigração para a Austrália como fisioterapeuta. Esta foi a primeira vitória , mas não a única!

Isto tornou-se uma marco de orgulho para todos nós brasileiros, e felizmente não parou aí! Em dezembro de 2017 o número de universidades dobrou em relação ao que apresentava em 2015 e a última universidade brasileira a entrar nesta lista foi a nossa estimada “Universidade Federal de São Carlos”. Estas vitórias não são somente da M.Quality , mas sim de todos nós brasileiros que apesar de estarmos entre alguns que só enxergam nuvens cinzas, nós ainda acreditamos e trabalhamos para o “blue sky” do amanhã.

Profissão de fisioterapeuta e a lista....

O outro ótimo anúncio que temos é que a profissão de fisioterapeuta na Austrália continua sendo uma das profissões pilares no programa de imigração para a Austrália, pois a mesma tem estado presente nas listas que o governo federal australiano vem criando ou atualizando para os propósitos de imigração para a Austrália nos últimos 40 anos.

Considere também a evidência significativa que o governo australiano aprovou em julho de 2017 um total de 1464 vagas para a profissão de fisioterapeuta para o programa de imigração para a Austrália. Mas até a data de publicação deste artigo somente 33 vagas foram preenchidas dentro do programa de imigração para a Austrália como fisioterapeuta. Ou seja, quase oito meses depois de iniciado o programa nem mesmo 3% das vagas foram preenchidas significando que neste ano fiscal as suas chances de imigração para a Austrália como fisioterapeuta são maiores do que eram em 2015.

Acreditamos que o motivo do baixíssimo índice de preenchimento é devido ao fato que a maioria não consegue aprovação nos exames escritos e em testes clínicos para o programa de imigração para a Austrália como fisioterapeuta. Já que ainda são poucos que acreditam que o caminho da imigração para a Austrália como fisioterapeuta está simplificado como explicado acima.

O site australiano, “Seek”, oferece vagas de emprego para diversas áreas. Segundo o mesmo, existem mais de 1800 vagas disponíveis na área de fisioterapeuta, sendo que aproxidamente 20% destas vagas estão oferecendo um salário anual superior a U$80 mil dólares(~R$21 mil reais/mês). Aqui vai uma dica importantíssima para aqueles experientes profissionais com uma idade superior a 44 anos: felizmente ainda é possível validar o seu diploma no modo simplificado do programa de imigração para a Austrália como fisioterapeuta explicado acima e trabalhar na Austrália por atê 7 anos! Portanto não permita que o fator idade faça com que desista de seu sonho de Austrália!

Participe da corrente do otimismo...

Se você é ou tem algum amigo(a) fisioterapeuta com planos de iniciar este programa de imigração para a Austrália, compartilhe com o/a mesmo este artigo. Novamente nós da M.Quality garantimos a sua veracidade na data da publicação, pois as leis imigratórias infelizmente podem ser alteradas a qualquer momento. Este caminho simplificado possui as seguintes vantagens:

  1. Não precisará pagar e fazer nenhum exame escrito;
  2. Não precisará pagar e fazer nenhum dos complicadíssimos testes clínicos;
  3. Não precisará comprovar conhecimento de inglês para validar o seu diploma no modo simplificado do programa de imigração para a Austrália;
  4. Poderá fazer todo o processo de validação do seu diploma de fisioterapeuta no modo simplificado sem necessidade de sair do seu país de origem para receber o resultado. Ou seja, não precisará abandonar o seu emprego para conseguir sucesso em nenhuma das fases desta opção de validação do seu diploma de fisioterapeuta.


A Austrália está sendo conhecida como o país do amor. Sendo assim, chegou a sua hora de também espalhar a mensagem do amor. Até a próxima!

terça-feira, 2 de janeiro de 2018

Austrália celebra a entrada de 2018


Assista a grande festa que aconteceu em Sydney na entrada do ano de 2018.

Lembre-se que você também pode ter chances de morar na Austrália em 2018, mas atente que pedido de visto australiano é realmente um assunto sério. Não deixe o seu futuro nas mãos de amadores ou inexperientes. Nós somos especialistas há mais de 16 anos em vistos para a Austrália. Converse conosco!

quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

Nossa mensagem de Natal e de ano novo



Caro Leitor(a):

Desejamos a você e família um Natal completo de virtudes restauradoras da compreensão, paciência, tolerância, benevolência e a da plenitude do amor para juntas na sua prática cotidiana tragam-lhe também neste novo ano que aproxima-se a sabedoria no uso dos seus esforços e atitudes com a sonhada prosperidade de seus méritos.


Equipe M.Quality

sábado, 9 de dezembro de 2017

Nosso presente de Natal a você: central de atendimento 24 horas !



O Natal está aproximando-se rapidamente e a M.Quality novamente presenteia a todos vocês , leitores de nossos newsletters, seguidores da nossa página FB e simpatizantes em geral, com a oferta que a partir de agora até o final deste ano de 2017 a nossa central telefônica de atendimento de São Paulo é 24 horas em todos os 7 dias da semana.

Tem mais! 

Acreditamos na humanização do atendimento, ou seja, na M. Quality você é atendido por pessoas. Esta é mais um evidência inequívoca que somente a agência número 1 em imigração para a Austrália pode fazer mais por você e fazemos.

Como começar?

Para descobrir com certeza se é elegível ao processo de imigração para a Austrália, basta apenas que contrate a nossa análise jurídica orçamentária, a qual lhe dará como bônus uma entrevista imigratória via Skype com o nosso agente de imigração para explicarmos em detalhes, desde que consideremos elegível, de como funcionará o nosso plano em suas circunstâncias particulares.

Também oferecemos esclarecimentos de nossos serviços gratuitamente. Isto significa que ao preencher o formulário no nosso site, sendo elegível a uma das categorias mais populares do visto australiano, você receberá o nosso convite via e-mail para assistir GRATUITAMENTE o nosso vídeo, "Elegibilidade e Agora?", onde explicaremos o escopo dos nossos trabalhos e os seus próximos passos para realizar o seu sonho de Austrália. Este serviço de esclarecimento GRATUITO será o seu primeiro e importante passo para o propósito de imigração para a Austrália.

Portanto se estiver contemplando a decisão correta recomendamos que sempre procure uma orientação imigratória profissional ou consular, sabendo-se que a profissional não será nem mesmo 5% do que já estará investindo mas o potencial da economia a ser feito é de 100% ou mais. Reflita nisto.

domingo, 3 de dezembro de 2017

Novas mudanças nas leis para imigração na Austrália afetam casais


Este último mês de novembro trouxe-nos várias mudanças nas leis australianas para imigração na Austrália. Uma das mais significativas vai afetar diretamente se você estiver com planos de casar-se ou morar junto com a pessoa amada na Austrália, pois agora praticamente terá uma única oportunidade para fazer o seu pedido de visto(“partner visa”) corretamente as autoridades australianas.

Na conferência anual de 2017 do MIA (“Migration Institute of Australia”) as autoridades do DIBP (“Department of Immigration & Border Protection“) explicaram que recebem uma média anual superior a 50 mil pedidos de vistos pelo casamento. A maioria absoluta destes pedidos estão incompletos em suas respectivas documentações e com erros. Até então o DIBP fazia uma 'vista grossa' destes problemas e quase todos achavam que isto era mesmo uma obrigação das autoridades informar o que estava de errado ou faltando na documentação através da conhecida solicitação por informações adicionais (“ Request for more information” ).

O problema para o DIBP é que toda vez que faz uma solicitação por informações adicionais na sua primeira vez concede um mínimo de 28 dias para que providencie o solicitado e tal prazo invariavelmente admite um certo grau de flexibilidade. Então como uma receita de bolo onde os ingredientes são o alto número de pedidos de vistos do partner visa, documentação incompleta ou pobre na qualidade das respostas, erros, duas ou mais solicitações por informações adicionais durante todo o processo, um número reduzido de oficiais do DIBP dedicados para a partner visa categoria e somando-se ainda o fato que esta categoria de visto é a que mais apresenta fraudes no programa de imigração para a Austrália resultou que hoje 90% de tais processos terminam 32 meses após ter iniciado!

Como o DIBP tem recebido uma péssima publicidade na imprensa, parlamento e medias sociais por tais extensos prazos para conceder o visto permanente aqueles que uniram-se legitimamente pelo amor mútuo, decidiu colocar um freio nesta situação obrigando todos a entregarem todas as suas evidências que a sua união conjugal é legítima após o pagamento dos A$7 mil doláres na taxa governamental pois não haverá mais nenhuma solicitação por informações adicionais.

Isto significa se na sua documentação for encontrado qualquer problema, você agora tem grandes chances de ter o seu partner visa negado, já que o seu pedido de visto será avaliado exatamente com o que entregou as autoridades. Mas observe que o governo não está ameaçando negar o pedido visto somente daquele em que tenha encontrado suspeitas de fraudes, e sim até mesmo daquele que não respondeu adequadamente alguma questão do formulário 80 ou que não forneceu um documento traduzido dentro do padrão aceito pelo DIBP, por exemplo.

Agora imagine se infelizmente encontrar-se nesta situação e tiver o seu pedido de visto do partner visa negado e perder os A$7 mil doláres pagos ao DIBP. Como se não bastasse esta enorme perda financeira, consegue prever o estresse emocional e sentimental que isto tem o potencial de causar-lhe? Você acredita que a sua união sairá intacta deste abalo? Outro fato a ser considerado se tiver o seu partner visa negado o casal terá tomar decisões importantíssimas em um curtíssimo prazo de tempo, pois do contrário o governo tomará por você ao deportar o seu cônjuge fora Austrália com consequências desastrosas para o seu relacionamento adicionando um quase impossível retorno no curto prazo.

O que fazer para evitar perdas financeiras?

Ficou óbvio que com esta medida do DIBP que já está em vigor os seus riscos de amargar perdas financeiras e emocionais substanciais aumentaram exponencialmente de tal forma que acreditamos que não estamos exagerando ao afirmar que ficou fora do controle racional se você estiver pensando em fazer este processo sozinho e pela primeira vez. Por que não considerar uma ajuda profissional?

Alguns interessados neste visto para a união conjugal para a Austrália avaliam que os serviços de um agente experiente podem ser muito caros. E ficam tentados a arriscar realizar o processo por conta própria ou contar com informações que encontram nos grupos do FaceBook. No entanto provamos que este é um erro comum grave e recomendamos a todos os interessados que não cheguem a essa conclusão equivocada antes de consultar agentes para compreender melhor a complexidade desse processo e saber que com um agente registrado, o mesmo vai dividir esta responsabilidade de acerto com você.

Mas como escolher um agente de imigração para o partner visa?

O governo possui uma organização para regular a atuação desses profissionais – a Autoridade para Registro de Agentes de Imigração (MARA, em inglês). O DIPB estimula denúncias de eventuais profissionais sem registro oficial e que podem induzir os interessados a erros irremediáveis (fazendo, inclusive, promessas ilegais e irreais de facilidades no processo).

O site da MARA possibilita a consulta do agente pelo número de registro ou pelo nome. Os registros são renovados anualmente e passam por rigorosa checagem do caráter de cada profissional pelo DIPB.

Um agente registrado de imigração experiente é capaz de alertar para os riscos de uma avaliação ruim do DIPB. Por isso, o tempo de atuação nesse setor é o segundo critério mais importante para escolher esse profissional. Afinal, é somente a experiência de atuação que confere ao agente o conhecimento sobre como as regras são aplicadas na Austrália. Além disso, é ele quem identifica, logo nas primeiras avaliações sobre o perfil do potencial imigrante, quais são os melhores caminhos legais ao visto e como substanciar a documentação para o partner visa. Isso requer conhecimento acerca das mínimas nuances das leis imigratórias australianas e suas diferentes regulamentações no país, o que só um agente especializado possui.

Para certificar-se sobre a experiência do agente, o cliente pode seguir as instruções da MARA para descobrir o tempo de atuação do profissional (por meio da consulta ao número de registro ou nome).

Confiança é critério essencial na escolha do seu agente de imigração. E isso só é possível quando as duas partes se entendem com precisão e transparência. Diante disso, um outro pré-requisito para a escolha de um agente de imigração é a comunicação em português para brasileiros. Mesmo para os falantes fluentes de inglês, os detalhes técnicos do processo de imigração podem exigir um entendimento que só é completo na primeira língua.

Algumas agências de imigração oferecem o atendimento inicial em português para brasileiros, mas o dia-a-dia do processo é coordenado diretamente por um profissional que pode não falar português. É ele quem cuida das questões burocráticas relacionadas à documentação sem nenhum conhecimento da cultura brasileira e invariavelmente não nem mesmo sabe o que é um CPF, por exemplo. Mas, no meio desse processo, muitas outras dúvidas ainda podem surgir para o cônjuge brasileiro. Por isso, o ideal é que o cliente tenha a garantia de acesso direto ao seu agente de imigração.

Por que a M.Quality é a melhor escolha para o partner visa?

A M.Quality é a única agência brasileira de imigração no globo que tem mais de 16 anos de atuação no partner visa junto ao DIBP. Então até mesmo uma questão de bom senso se perguntarmos a você quem teria mais chances de cometer erros: você ao fazer isto pela primeira vez ou nós que fazemos este processo há mais de 16 anos? Uma vez que isto está esclarecido fique bem atento que alguns inescrupulosos agentes omitem a pouca experiência que possuem por um número bem alto de indivíduos que receberam vistos através de seus serviços em seus respectivos materiais de marketing. Desconfie pois tal número de atendimentos não é possível ser provado como algo verdadeiro ou não, ao contrário da experiência profissional que pode ser facilmente comprovado visitando o site governamental do MARA (por meio da consulta ao número de registro ou nome).

Tem mais! O MaCson Queiroz JP, diretor da M.Quality, faz parte do grupo de apenas 12% de todos os agentes no planeta registrados com tanto tempo de experiência no país. Observe que em todo este mundo da internet, a M.Quality continua com o site que mais contêm informações imigratórias verdadeiras em português e igualmente no número de vídeos depoimentos de clientes satisfeitos com os nossos serviços.

Como não podia deixar de ser a M.Quality também tem uma preocupação para que os valores de nossos serviços tenham o tamanho certo em seu orçamento familiar e sendo assim não somente dividimos as parcelas a serem pagas conforme cada etapa do processo, como também condicionamos o pagamento apenas ao completar de maneira satisfatória de cada fase.

Então se você sentir a menor dúvida se será realmente uma decisão sábia a de fazer este processo sozinho ou contratar algum outro agente inexperiente para fechar este capítulo importante de sua vida a sua escolha é uma só: M.Quality .

Como começar?

Para descobrir com certeza se é elegível ao processo de imigração para a Austrália no partner visa , basta apenas que contrate a nossa análise imigratória orçamentária, a qual lhe dará como bônus uma entrevista imigratória via Skype com o nosso agente de imigração para explicarmos em detalhes, desde que consideremos elegível, de como funcionará o nosso plano em suas circunstâncias particulares.


Também oferecemos esclarecimentos de nossos serviços gratuitamente. Isto significa que ao preencher o formulário no nosso site, sendo elegível a uma das categorias mais populares do visto australiano, você receberá o nosso convite via e-mail para assistir GRATUITAMENTE o nosso vídeo, "Elegibilidade e Agora?", onde explicaremos o escopo dos nossos trabalhos e os seus próximos passos para realizar o seu sonho de Austrália. Este serviço de esclarecimento GRATUITO será o seu primeiro e importante passo para o propósito de imigração para a Austrália.


Portanto se estiver contemplando a decisão correta recomendamos que sempre procure uma orientação imigratória profissional ou consular, sabendo-se que a profissional não será nem mesmo 5% do que já estará investindo mas o potencial da economia a ser feito é de 100% ou mais. Reflita nisto.